30.11.2008 | por georgia

Namorados (as)

Preciso convidar os namorados(as) dos meus convidados?


Sim, darling… se você sabe que a pessoa namora, precisa sim.
Você não vai querer que o seu casamento seja motivo de briga entre seus convidados e os respectivos amores, né?
E fique atenta a isso… porque os acompanhantes “engordam” consideravelmente a lista.

27.11.2008 | por georgia

Música

Outro dia, ouvi uma orquestra com quase vinte instrumentos tocando “Por você” (do Barão Vermelho) numa cerimônia de casamento e achei o máximo!

Os noivos conseguiram agradar às vovós [que não conheciam a música e pensaram que era música clássica], aos amigos e, como usaram uma orquestra (violinos, flautas,etc) , conseguiram dar toda a pompa e circunstância que a ocasião merece!

Porque, vamos combinar? Se você ama hardcore… ótimo! Escute no seu carro, no seu quarto, no seu iPod…. mas por favor, não force toda sua lista de convidados a ouvir também!

27.11.2008 | por georgia

Casamento da Georgia

Nunca tinha visto um casamento ( ou pelo menos detalhes dele) que me cativasse tanto.
Quando comecei a ver as fotos no blog do Jose Villa, pensei “Gente! Traduziram meu sonho!”

Mas aí eu entendi tudo….

26.11.2008 | por georgia

Dryzun – O Pequeno Príncipe

Quem me conhece sabe que eu sou a-lu-ci-na-da pelo livro “O Pequeno Príncipe”, de Saint-Exupérie.

Decorei toda a conversa do princepezinho com a raposa (minha parte favorita, além da hora em que ele briga com as rosas) …
Mas o que isso tem a ver com casamentos?

Bom… a Dryzun tem uma coleção com peças inspiradas no livro e nessa coleção eu simplesmente achei as jóias perfeitas para um Vintage Wedding.
Além das peças “floridas”, eles também têm alguns modelos com frases do livro, como “O essencial é invisível aos olhos.”

*suspiro*

26.11.2008 | por georgia

Über fino

Não basta ser uma moça fina.

Você precisa praticamente transpirar champagne pra poder fazer esse mimo [ luxo!] para seus convidados.

A ShabbyChic é uma loja de móveis [dos sonhos!] que, vira e mexe, aparece com coisinhas yummi para adoçar a vida dos milionários americanos.

Para o topo da minha wish-list vão as mini-trufas [rosas!] de champagne, que vêm na caixinha mais linda que eu já vi na vida!

A caixinha pequena (com 8 mini-trufas) custa 25 dólares e a grande (com 16) sai pela bagatela de 45 dólares.
Sào importadas da Inglaterra e eles entregam worldwide.

25.11.2008 | por georgia

Na Alemanha…

Logo quando me mudei pra Alemanha, me deparei com essa noiva, no meio da praça, e fiquei “abobada” por pelo menos meia-hora, observando a moça (e seus convidados).
Quando ela pediu cerveja e uma porção de Currywurst ( lingüiça com molho picante), comecei a procurar alguma câmera escondida por ali.
Depois de ver umas cinco noivas fazendo a mesma coisa, percebi que isso é normal naquelas bandas…

25.11.2008 | por georgia

Something ….

A Amanda me perguntou de onde veio a tradição de usar algo azul…

Bom… vem daquele veeelho ditado para noivas gringas:
” something old , something new, something borrowed , something blue “
( algo velho, algo novo, algo emprestado e algo azul )

O que quase ninguém sabe é que o verso termina com a frase “and a silver sixpence in her shoe(e um sixpence prateado no sapato dela).

Como sixpence era uma moeda fabricada na Inglaterra de 1551 a 1967, sabe-se que a tradição surgiu nesse país, provavelmente na Era Vitoriana.
Cada um dos itens deveria ser usado pela noiva no dia do casamento, o que atrairia sorte.

O “algo velho” representa a continuidade da família e a tradição.
O “algo novo” significa otimismo e esperança para a nova vida.
O objeto emprestado deve pertencer a um amigo ou familiar que tem um casamento feliz, para que transmita o sucesso de sua união ao novo casal.
A cor azul do penúltimo item é associada ao casamento há séculos. Na Roma Antiga, as noivas usavam azul para expressar amor, modéstia e fidelidade. Em outras culturas, costuma-se usar algo azul para “cortar a inveja” das moças solteiras.
Por fim, o ignorado sixpence — a moeda no sapato — simboliza riqueza e segurança financeira.

Yo, como não sou supersticiosa mas adóóóuro tradições, já tenho algo old, algo new, algo borrowed e algo blue…. mas o que eu faço se nem no e-bay eu consegui um sixpence de prata????

25.11.2008 | por georgia

Prontofalei!

Acho breguérrimo chegar de carruagem, ter a clarinada do “2001 – uma odisséria no espaço”, usar vestido medieval e sombra branca pra combinar com o vestido.

Pior que isso, só madrinha de azul royal.

Prontofalei!